Recital de poesia: “A Poesia não é tão rara quanto parece…”

No âmbito das comemorações do Dia Mundial da Poesia, celebrado no dia 21 de março, os alunos das turmas A e C do 12ºAno, juntamente com a professora de Português, Cecília Torres, ofereceram a toda a comunidade escolar um Recital de poesia que decorreu em duas sessões: uma, pelas 10.30 horas, direcionada para os alunos da escola, e outra, pelas 21.00, dirigida para a restante comunidade educativa.
O evento contou com a participação dos alunos dessas turmas, bem como de professores, alunos de outras turmas, desde o 7º ao 12º ano de escolaridade, assistentes operacionais e administrativos, encarregados de educação que proporcionaram ao público presente um espetáculo repleto de belas apresentações, que conferiram dramatismo e alma aos poemas declamados. Diversos poetas foram citados, destacando-se Fernando Pessoa e os seus heterónimos, Miguel Torga, Eugénio de Andrade, Florbela Espanca, Alexandre O`Neill, António Gedeão, entre outros. Foram, ainda, apresentados momentos musicais de dança, interpretados por alunas do 12º A, e de canto, em que o grupo coral da escola, composto por professores, cantou poemas de Rosalía de Castro, Luís de Camões, Fernando Pessoa e Florbela Espanca.
Nesta festa da poesia participaram, igualmente, os utentes da Associação “Portas P´ rá Vida” com a declamação de um poema e com um momento de dança que muito sensibilizou e emocionou os presentes.
Foi um espectáculo muito aplaudido pela assistência, quer da parte da manhã, quer à noite, que manifestou o seu agrado no final do espetáculo!
A nós, alunos, este recital proporcionou-nos, sem dúvida, um bom momento de reencontro com os poetas portugueses. Foi uma viagem única, singular e diferente pela e com a poesia portuguesa!
Conscientes de que, afinal, a poesia não é tão rara quanto parece, aqui fica o apelo: cultivai-a e dedicai-lhe um pouco mais do vosso tempo, pois vale a pena!

A Turma do 12º A