Secundária de Resende em Intercâmbio Escolar na Estónia

Entre os dias dois e oito de fevereiro, decorreu, em Pärnu, na Estónia, o segundo intercâmbio de alunos do projeto ” EVA” (Igualdade, Variedade e Aceitação), uma parceria do Agrupamento de Escolas de Resende com estabelecimentos de ensino da Alemanha, França (Reunião), Estónia, Turquia e Bulgária.
Acompanhadas por três professores, as cinco estudantes resendenses visitaram as instalações da escola de acolhimento e participaram em workshops sobre “Arte e Valores“, “Argumentação e Debate”, “ Discurso de Ódio”, “Radicalização no Mundo e na Europa“ e “Problemas Relacionados com a Emigração na Estónia“. Realizaram também visitas guiadas às cidades de Talin, Tartu e Parnu. O festival “Canções de Várias Nações”, organizado pela escola anfitriã, foi outra das atividades em que estiveram envolvidas: as estudantes portuguesas interpretaram “Chuva”, de Jorge Fernando, e “Ai se eu te pego“, de Michel Teló.
“Eu gostei muito das visitas: aprendi muito com elas. A que fizemos a Tartu foi a minha preferida, por causa do museu, que era muito bonito. As famílias de acolhimento eram muito simpáticas e acolheram-nos muito bem. A que me foi atribuída fez-me sentir como se estivesse em casa. O festival da canção foi magnífico! Eu vou sentir muitas saudades das pessoas que conheci lá e dos amigos que fiz“, referiu a aluna Ana Pereira, uma das participantes neste intercâmbio escolar.

Parabéns aos alunos! – Fase escolar/municipal do Concurso Nacional de Leitura

Decorreu, no dia 11 de fevereiro, na Biblioteca Municipal de Resende, a fase escolar/municipal do Concurso Nacional de Leitura, envolvendo os três alunos pré-aprovados em cada escola do 1.º CEB.
A iniciativa, dinamizada pela Biblioteca Municipal, em articulação com a Biblioteca Escolar, contou com a presença das senhoras: vereadora Dr.ª Maria José, coordenadora da RBE, Dr.ª Isabel Ramos, bibliotecária municipal, Dr.ª Ana Maria Pinto, professora Natividade e professoras bibliotecárias.
Feita a receção, os nove alunos participaram na prova escrita, subordinada à obra “O Menino e a Nuvem”, de Luísa Ducla Soares, tendo-se seguido o momento de animação, proporcionado pela senhora professora Inês Correia, enquanto se apuravam os cinco alunos candidatos à prova oral de argumentação e de leitura, para nomeação final dos vencedores do 1.º ciclo: Dinis Bernardo de Oliveira, Margarida Caetano Pinto e Margarida Oliveira Pereira.
Na EB2 e na ES, já tinham sido apurados, em janeiro, os seguintes alunos, por nível de ensino:
. 2.º ciclo (turma 5C) – Mariana Alexandra Miguel Monteiro, Afonso Martim Ferreira Meireles e Simão Carlos Correia Rodrigues;
. 3.º ciclo (turma 8C)– Ana Beatriz Xavier, Rodrigo Pinto e Inês Xavier;
. Ensino secundário – Bruno Tiago Sousa Oliveira (10C), Adelino Manuel Magalhães (10C) e Bruna Gabriela Sequeira Ribeiro (12A).
A fase intermunicipal decorrerá em Cinfães, no dia 30 de abril.
A tod@s, muitos parabéns!
A professora bibliotecária, Minervina Dias

Orçamento Participativo das Escolas 2020

Pelo quarto ano consecutivo, os estudantes do 3.º ciclo do ensino básico e/ou do ensino secundário vão poder decidir o que querem melhorar na sua escola. Para isso, precisam de ter uma ideia, reunir apoio e, claro, conseguir os votos dos colegas!
O Orçamento Participativo das Escolas (OPE) pretende dar voz aos estudantes e dar resposta às suas necessidades e interesses, promovendo valores e práticas indispensáveis à vida democrática. Este processo envolve a comunidade escolar como um todo, já que o desenvolvimento da participação cívica é um desígnio central do nosso sistema educativo.

Documentos necessário:

1 – Procedimentos
2 – Ficha de Inscrição
3 – Lista de apoiantes
4 – Etapas e prazos

Inspiring Future

No âmbito das atividades do Gabinete de Apoio ao Aluno e à Família (GAAF), o Serviço de Psicologia e Orientação (SPO), promoveu para os alunos do 11º e 12º anos, uma atividade que teve por finalidade, sensibilizar os alunos para uma tomada de decisão mais informada, relativamente ao mercado de trabalho e ao possível acesso ao Ensino Superior.

Projeto Plataforma RELEVO® – Comunidade Nacional de Boas Práticas Educativas

A Srª Diretora Geral da Administração Escolar, solicita a colaboração da comunidade educativa no sentido da recolha de dados que permitam identificar e ordenar, o que é percecionado pelos vários elementos da comunidade escolar, como sendo boas práticas educativas, condutoras ao sucesso educativo dos alunos, de acordo com os princípios e valores definidos no documento “Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória” (homologado pelo Despacho n.º 6478/2017, de 26 julho).
Agradece-se a participação da comunidade educativa (alunos (as), professores (as), pais e encarregados (as) de educação), através do preenchimento do Inquérito por questionário, “Boas Práticas Educativas”. O acesso para preenchimento do inquérito é feito através da ligação, www.anvpc.org/link
A colaboração pretendida é voluntária e garantirá aos respondentes o seu anonimato, salvaguardando, assim, as condições de privacidade, de proteção, de confidencialidade e a segurança dos dados recolhidos para objeto de tratamento, em conformidade com o Regulamento Geral de Proteção de Dados.

Procedimento concursal de regularização extraordinária de vínculos precários – Técnicos Superiores

Abertura de procedimento concursal comum, com caráter de urgência, destinado ao preenchimento de três postos de trabalho no (AER) Agrupamento de Escolas de Resende na modalidade de relação jurídica de emprego público por tempo indeterminado, restrito a candidatos abrangidos pelo programa de regularização extraordinária de vínculos precários.

Divulgação da formação MOOC “Bullying e Ciberbullying: Prevenir e Agir (II)”

A Direção-Geral da educação (DGE) promove o curso de formação online “Bullying e Ciberbullying: Prevenir & Agir (II)”, em formato MOOC (Massive Open Online Course). O curso tem início a 14 de janeiro de 2020 e termina a 23 de fevereiro de 2020, correspondendo a um trabalho global de cerca de 3 horas semanais.

Consulta aqui o documento informativo

Ações de Sucesso Educativo

No âmbito da implementação da ação do Projeto Educativo “Ações de Sucesso Educativo” contextualizado no Projeto Includ-ed, convidam-se os elementos da Comunidade a integrar esta ação como voluntários na dinamização dos Grupos Interativos.
Os interessados em participar deverão entrar em contacto com o coordenador da ação, professor João Figueiredo ou enviar e-mail para asresende@aeresende.pt a manifestar a sua intenção de participar, indicando o seu nome e contacto telefónico.

 

O Diretor, Manuel Tuna

Secundária de Resende em intercâmbio escolar na Alemanha

Entre os dias um e sete de dezembro, decorreu, em Mönchengladbach, na Alemanha, o primeiro intercâmbio de alunos do projeto ” EVA” (Igualdade, Variedade e Aceitação),  uma parceria do Agrupamento de Escolas de Resende com estabelecimentos de ensino da Alemanha, França ( Reunião ), Estónia, Turquia e Bulgária.
Acompanhados por três professores, os cinco participantes visitaram as instalações do estabelecimento de ensino de acolhimento, procederam à apresentação da nossa escola e concelho e participaram num workshop sobre o tema “Identidade”, que consistiu na elaboração de bandeiras e explicação oral do seu significado. Realizaram também visitas ao Parlamentarium, em Bruxelas, e ao projeto “ Orbit, em Düsseldorf.  Na cidade de Colónia, tiveram uma visita guiada a uma mesquita central, à catedral e ao Rautenstrauch-JoestMuseum. Por sua vez, os professores que acompanharam os alunos participaram em reuniões relativas ao desenvolvimento do projeto, procederam à apresentação dos problemas de integração discente nas respetivas escolas e participaram num workshop sobre “Comunicação Intercultural“.  Em Düsseldorf, tiveram visitas guiadas a uma sinagoga e a supermercados de comunidades oriundas das mais variadas regiões do mundo. As delegações das várias escolas da parceria foram ainda brindadas com uma receção oficial na Câmara Municipal de Mönchengladbach.
“ Foi uma semana cheia de novas experiências e uma maneira de ficarmos sensibilizados para as diferenças culturais e religiosas dos outros países. Na minha opinião, as ideias apresentadas no projeto não devem circunscrever-se apenas ao universo Erasmus+, mas antes ser praticadas na nossa vida diária “, referiu a aluna Mara Ferreira, uma das participantes neste intercâmbio escolar.