Iluminar o presente com tecnologia do futuro

A luz é um elemento fundamental para dar brilho e beleza às coisas que o mundo nos oferece e, aliada à tecnologia, permite obter autênticas obras de arte, assim como aplicações benéficas para a saúde. Esta inquietação está também na raiz dos cursos profissionais, formar técnicos que utilizem as competências e a criatividade ao serviço da comunidade, numa simbiose entre o sustentável, o bem-estar e o desenvolvimento económico. No passado dia 23 de junho, os Cursos Profissionais Técnico de Instalações Elétricas, Técnico de Mecatrónica, Técnico de Sistemas e o PIEF, com as turmas 1E/F e 3E/F realizaram uma visita de estudo às instalações da empresa de Castros e Iluminações, em São Félix da Marinha, acompanhados pelos professores de EMRC, Mecatrónica, Sistemas Elétricos e da turma PIEF. Esta empresa familiar completou há poucos dias cem anos de existência e vai na sua quarta geração de gestores portugueses. A visita foi-nos orientada pelos diversos engenheiros de cada uma das secções que nos explicaram, em pormenor, todo o processo de construção das iluminações festivas que vemos em muitas das cidades de Portugal, Inglaterra, Dubai, França… ou centros comerciais, por ocasião do Natal. Desde a ideia que surge no papel em branco, à sua construção gráfica, à transformação para estrutura metálica, acrílica ou polietileno, à implementação das mais diversas lâmpadas ou LEDS até às imagens interativas comandadas por placas informáticas, tudo é construído e montado nesta empresa. Quem observa o produto final, não imagina quantas horas de criatividade, de estudo e ensaio estiveram na criação de uma peça, por exemplo um arco de Natal ou um pinheiro gigante de Natal iluminado. Em todas as seções fomos alertados para a falta de mão de obra técnica específica como: soldadores, metalúrgicos, eletricistas, informáticos, designers e inclusive a ausência de líderes de equipas técnicas de trabalho ou de montagem na rua das próprias peças. É fácil encontrar quem faça, mas quem lidere e coordene o fazer é muito difícil. Talvez aqui a escola possa exercer uma boa ajuda, ao promover cursos que formem líderes e gestores de trabalho. Esta empresa está em expansão e atenta às novas tecnologias e à sustentabilidade abrindo-se a novas formas de projetar a luz e da sua aplicabilidade à habitação e à saúde, como é o caso da sua mais recente criação de parceria com a Matglow, CENTITVC e o Instituto de Medicina Molecular João Lobo Antunes, o UVtizer, que utiliza a radiação de UV-C, para a inativação do vírus SARS-COV2, em espaços físicos e ventilação. A Matglow procura aplicar as mais recentes descobertas de luz nos diversos materiais como betão, cerâmica, têxteis, madeira… Estamos todos agradecidos à Castros Iluminações e Matglow pela forma simpática e desafiadora com que nos orientaram nesta manhã permitindo adquirir conhecimento e fazer-nos despertar, em cada um de nós, o “bichinho” para um trabalho mais técnico, inovador e sustentável. A tarde serviu para convivermos dando um passeio agradável pelos jardins e praias junto ao Santuário do Senhor da Pedra.

Curso Profissional 3F

Alunos em ação solidária

Os alunos da turma PIEF realizaram, no terceiro período, uma ação solidária que decorreu num terreno próximo da Escola Secundária. Esta iniciativa consistiu no apoio à limpeza de um quintal, retirando lixo e restos de lenha, com a utilização de alfaias agrícolas. Os alunos quiseram praticar uma ação solidária junto de quem mais precisa.

Exposição PIEF

Os alunos da turma PIEF realizaram, durante o terceiro período, uma exposição que se encontra patente ao público no átrio da escola. A partir de uma pesquisa de lendas e tradições do concelho de Resende, nas aulas de “Viver em Português”, os alunos criaram fantoches, de acordo com o conteúdo de cada uma das lendas e tradições. Esta iniciativa, de caráter prático, teve como objetivo principal relacionar as aprendizagens, competências e atitudes adquiridas nas aulas de VEP, DPS e OEVP.

Ser artista por uma hora

Neste 3.º período a turma do 8.º A fez uma visita guiada ao Museu Municipal de Resende onde realizou uma atividade, designada por “Ser artista por uma hora”. Os alunos expuseram os seus trabalhos elaborados na disciplina de Educação Visual e partilharam esse momento de uma forma intensa pois foram atores numa sessão fotográfica coletiva.

Resultados da votação do Orçamento Participativo

Decorreu, até ao final da semana passada, a votação das propostas do orçamento participativo. O vencedor foi o projeto “Sofásbem”, com 326 pontos, seguindo-se “Aqui vamos sentar”, com 146 pontos. Nos últimos lugares ficaram os projetos “Bikescola”, com 95 pontos, e “Egartes”, com 17 pontos. Aos participantes, e em particular ao vencedor, os nossos parabéns!

CER conquista 2.º lugar no Concurso Nacional “Conta-nos uma história”

No âmbito do concurso “Conta-nos uma história!”, respeitante à categoria dos 3.º e 4.º anos do Ensino Básico em língua inglesa no formato áudio, é um privilégio anunciar que os alunos do 4.º ano da turma R6 do Centro Escolar de Resende conquistaram o 2.º lugar a nível nacional.

A história Kinder é uma história original criada por mim com a colaboração dos alunos, tendo a edição, o som e os efeitos sonoros ficado a cargo do Prof. Silvério Guedes.

Resumidamente, narra um acontecimento inesperado. Perto do Natal, a turma A recebe uma notícia terrível. Por questões de segurança, os alunos não podem passar o Natal em casa. Contudo, no mundo secreto dos animais de estimação, Kinder, o cão esperto de Peter, prepara um plano para salvar as crianças.

Os alunos da R6 e eu dedicamos esta história animada, que evoca esperança e a crença em quem se preocupa connosco e nos quer bem, a miúdos e graúdos, com votos de uma boa audição! Basta clicar em Resultados do concurso – 12.ª Edição | ERTE (mec.pt) ou através deste link.

A Professora, Sandra Rodrigues

Visita às Águas de São Cristovão

Na manhã do dia 14 de junho, as turmas B e C do 12.º ano deslocaram-se às instalações industriais das Águas de São Cristóvão, na freguesia de Felgueiras. Usufruíram de uma visita guiada pela fábrica passando pelo processo de enformação das garrafas, enchimento, embalagem e armazenamento das mesmas. Perceberam, também, como decorrem as análises laboratoriais afetas ao processo de controlo de qualidade.

Todos os visitantes se mostraram curiosos e participaram com afinco. Um agradecimento especial à Engenheira Sandra que acompanhou a visita, revelando-se muito disponível até para intercâmbios futuros com a nossa Escola.

Sensibilização para a adoção de animais

Na disciplina de Cidadania e Desenvolvimento, no âmbito das temáticas “Bem-estar animal e media”, os alunos do 9.º E, com a orientação da Professora Paula Pereira, desenvolveram uma campanha de sensibilização para a adoção de animais da qual resultou este vídeo. Estão de parabéns os alunos por esta iniciativa.

Projeto Educativo do Agrupamento de Escolas de Resende

No âmbito da elaboração do novo Projeto Educativo do Agrupamento de Escolas de Resende convidam-se todos os elementos da Comunidade Escolar a participar na sua construção de forma a criar “um projeto educativo comum e plural que evidencie o garante do direito de cada aluno a uma educação inclusiva e que proporcione a todos a participação e o sentido de pertença em efetivas condições de equidade, promovendo maiores níveis de coesão social”. Poderão fazê-lo, enviando sugestões, através do email institucional do Agrupamento esresende@aeresende.pt., até ao dia 9 de julho de 2021.


O Diretor do Agrupamento de Escolas de Resende

António Marques

Critérios de Avaliação Interna do Desempenho Docente do Diretor

A avaliação do desempenho dos Diretores de Agrupamentos de Escolas, regulamentada pela Portaria n.º 266/2012, de 30 de agosto, centra-se no exercício efetivo da função e resulta da articulação entre uma avaliação interna e uma avaliação externa. O Conselho Geral do Agrupamento participa na avaliação interna competindo-lhe definir os critérios de avaliação em que esta se baseia. Assim, nos termos e para os efeitos do n.º 2, do artigo 5.º da Portaria n.º 266/2012, de 30 de agosto, e em virtude deste Conselho Geral apenas ter tomado plenos direitos de funções a 05 de maio de 2021, publicitam-se os Critérios de Avaliação Interna do Desempenho Docente – Avaliação do Diretor, definidos pelo Conselho Geral deste Agrupamento e aprovados em reunião do passado dia 15 de junho.


A Presidente do Conselho Geral,

Paula Pereira

Orçamento Participativo das Escolas

Uma vez mais, o Orçamento Participativo das Escolas está de volta. Os estudantes da Escola Secundária de Resende vão poder decidir qual a melhor proposta para melhorar a nossa escola.

 

As propostas a concurso são:

 

A – Egartes.

Proposta: Ilustração/Painel na fachada de uma parede da Secundária com o logótipo do AER e uma frase motivadora para a comunidade escolar.

 

B – Aqui vamos sentar.

Proposta: Aquisição de bancos / mesas para o espaço exterior existente em frente à papelaria.

 

C – Sofásbem.

Proposta: Colocação de sofás no polivalente.

 

D – Bikescola.

Proposta: Colocação de um suporte de estacionamento de bicicletas no átrio principal da Secundária.

 

A participação dos alunos é extremamente importante para que possamos eleger a melhor!

Atendendo à situação pandémica que ainda vivemos, a votação decorrerá através de voto eletrónico, no link que será aqui disponibilizado, no dia 16 de junho (quarta-feira), entre as 13.30 e às 16.40 Horas.

 

Participa!!!